Por tua causa…

Eu pensava que não iria cometer os mesmos erros que tu, que não me iria causar tanta tristeza e desilusão, nem manifestar-me da mesma forma como o fizeste, tu magoaste-me tanto…
Aprendi da maneira mais difícil e nunca pensei deixar as coisas chegarem tão longe.
Por tua causa, eu nunca vou demasiado longe na estrada da vida.
Por tua causa, tive que aprender a jogar pelo seguro, pois assim eu não me magoo.
Apenas por tua causa, não consigo confiar não só em mim, como em todos à minha volta. Sim,eu tenho medo!
Eu estou perdida no meu caminho, mas não demorei para perceber que tudo isto é por tua causa.

Não posso dar-me ao luxo de chorar, porque sei que isso irá mostrar a minha fraqueza. Sou forçada a fingir um sorriso, uma gargalhada todos os dias da minha vida, não, eu não posso permitir que se parta o que já deixaste rachado, a minha alma.
Eu vi tu errares tanto, ouvi tu a gritares sem nunca te importares.
Eu era apenas uma criança, tu devias saber que isso ainda hoje perturba o meu sono.
Tu nunca pensaste nos outros nem na importância que teria para mim, apenas só vias a tua dor.
Agora eu acordo no meio da noite pelo teu maldito motivo.
Por tua causa, eu não sei como deixar alguém aproximar-se de mim.
Também por tua causa, senti-me envergonhada com a minha vida, porque ela está completamente vazia.
Mas por tua causa, mesmo com medo vou lutar sempre para nunca terminar como tu!

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: