O meu sexto sentido…

Hoje era o dia em que ia retomar à minha profissão desde sempre, tirando algumas tentativas falhadas, mas acordei com uma enorme ansiedade, sentia-me meio zonza e com o coração acelerado, tive que recorrer a um comprimido de fluoxetina, que nunca falta na minha rotina matinal e na maioria das vezes costumo tomar dois deContinue a ler “O meu sexto sentido…”

Create your website with WordPress.com
Iniciar